FORMAÇÃO À TERAPIA DE TROCA E DESENVOLVIMENTO (TED) Uma abordagem neurofuncional aos distúrbios de neurodesenvolvimento

RESPONSÁVEIS CIENTÍFICOS PELO PROJETO FORMATIVO

  • Camilla T M Mazetto, Ph.D
  • Maria Clara Nassif
  • Catherine Barthélémy

PERÍODO DE ATUAÇÃO

  • 2019-2020

CERTIFICAÇÃO

  • CARI – Psicologia e Educação (Brasil)
  • Université François Rabelais (França)

SEDE DO CURSO

CARI – Psicologia e Educação Rua Pedro Morganti, 68
Vila Mariana – São Paulo, SP

PREMISSA | INTRODUÇÃO

A Terapia de Troca e Desenvolvimento (TED)* é uma abordagem terapêutica direcionada ao atendimento de crianças com Transtornos do Espectro Autista (TEA) e demais quadros de neurodesenvolvimento atípico. Ela enfoca o desenvolvimento harmonioso das funções neuropsicológicas consideradas fundamentais para a construção da intersubjetividade. Ao mobilizar as funções deficitárias e os sistemas integrativos cerebrais, a TED favorece uma reeducação neurofuncional.

O paradigma principal da TED é a reciprocidade social. Ela favorece o desenvolvimento da comunicação em conjunto com a estimulação motora, sensorial, emocional e cognitiva em um contexto interativo que respeita a dimensão relacional e emocional do indivíduo. A TED ajuda a criança a se “desembaraçar”, fazendo-a descobrir que ela pode permanecer atenta, olhar, escutar e associar. A terapia se propõe a solicitar e encorajar as trocas recíprocas ao longo de brincadeiras, e graças a estas trocas desenvolver a comunicação.

A análise neurofuncional e o envolvimento dos pais são elementos fundamentais para a construção do projeto terapêutico individualizado. A perspectiva multidisciplinar que caracteriza esta intervenção permite abordar globalmente as dimensões neuropsicopatológicas que contribuem para a heterogeneidade e a diversidade de expressão dos quadros do espectro autista.

A implementação da TED prevê uma articulação em várias etapas que se seguem sempre na mesma ordem. A análise das habilidades e dificuldades da criança representa um momento fundamental da organização concreta e realização do projeto terapêutico. É a partir desta análise que a equipe irá criar as indicações precisas e as sequências de brincadeiras a serem propostas para cada criança.

A TED foi criada em Tours, na França, na Universidade François Rabelais por uma equipe de psiquiatria infantil especializada no autismo, em especial pelo Prof. Gilbert Lelord (1927-2017) e pela Profa. Cathérine Barthélémy, profissionais e pesquisadores premiados e altamente reconhecidos mundialmente. Sua fundamentação científica é orientada para a compreensão da relação entre os distúrbios do desenvolvimento e as particularidades do funcionamento cerebral.

Atualmente, o autismo é considerado um transtorno do neurodesenvolvimento cujos sintomas principais decorrem de alterações muito precoces no funcionamento das redes neurais do “cérebro social”.  Estas redes são responsáveis pela percepção do outro e pelos ajustes sociais mútuos que dependem de habilidades de base tais como atenção, imitação, e associação, por exemplo.

Os mecanismos cerebrais presentes no desenvolvimento atípico da interação social são atualmente bem descritos e refletem particularidades na organização sensorimotricidade intencional e recíproca tais como para a exploração visual de rostos, decodificação da voz humana e interações multimodais sincronizadas (olhar, voz e gesto, por exemplo). É neste quadro conceitual que a TED é inserida.

Os princípios gerais que norteiam a terapia (tranquilidade, disponibilidade e reciprocidade) decorrem do conhecimento sobre a neurofisiologia do autismo e atravessam todos as atividades propostas para a criança. Estudos longitudinais confirmam sua eficácia não somente do ponto de vista clínico, mas também neurofisiológico. Os princípios da TED podem ser aplicados em diferentes situações, dependendo da idade e das necessidades da criança.

Especialmente adequada para crianças pequenas, de 2 – 3 anos a 6 anos, a TED pode ser adaptada ao trabalho com crianças mais velhas. Ela é útil nos casos de autismo e em todas as ocasiões onde particularidades no neurodesenvolvimento possam refletir dificuldades no contexto da reciprocidade social.

A TED vem sendo aprimorada há mais de 40 anos, baseando-se em estudos clínicos e de neuroimagem funcional. No Brasil, foi implementada há quinze anos por uma equipe pioneira certificada internacionalmente, que desde então se dedica ao estudo científico, implementação clínica e formação de profissionais, em parceria com a equipe de Tours.

*Thérapie D’Échange et Développement no original, em Francês.

PROJETO FORMATIVO

OBJETIVO GERAL

O curso visa desenvolver o conhecimento e as habilidades necessárias para a colocação em prática das estratégias próprias à Terapia de Troca e Desenvolvimento (TED) no atendimento a crianças com Transtornos do Espectro do Autismo (TEA) e outras particularidades de neurodesenvolvimento.

Em particular, os módulos individuais exploram os aspectos teóricos da psicofisiologia do autismo, os princípios de base da TED, as ferramentas de avaliação e implementação. Serão desenvolvidas as habilidades para gerenciar o projeto terapêutico individualizado, em equipe.

VISÃO GERAL DAS ETAPAS DE FORMAÇÃO

NÍVEL 1: INICIAÇÃO À TERAPIA DE TROCA E DESENVOLVIMENTO | Intervenção neurodesenvolvimental precoce para os transtornos do espectro do autismo

Introdução teórica que consiste na apresentação da Terapia de Troca e Desenvolvimento e das bases neurodesenvolvimentais do autismo. Esta etapa compreende dois dias consecutivos de curso. Uma sessão presencial é proposta a cada ano. Duração total: 16 horas.

NÍVEL 2: APROFUNDAMENTO À PRÁTICA DA TED | Formação teórico-prática

Aprofundamento teórico-prático que permite formar-se à prática clínica e à utilização da TED nos diferentes contextos profissionais. Compreende dois dias consecutivos de curso. Uma sessão presencial é proposta a cada ano. Duração total: 16 horas.

NÍVEL 3: FORMAÇÃO AVANÇADA | Supervisão e Certificação Clínica

Jornadas de supervisão que se organizam em torno de casos clínicos apresentados pelos participantes, permitindo o aprofundamento da metodologia de colocação em prática e seguimento da TED. As sessões de supervisão podem ser presenciais ou online. Duração total: 18 horas de supervisão.

MODALIDADES DE FORMAÇÃO

FORMAÇÃO CURTA: Apropriada a estudantes, pais e profissionais da área que procurem informações sobre a TED e sobre os transtornos precoces do neurodesenvolvimento. Compreende o Nível 1, teórico. Atestado de presença. Duração Total: 16 horas.

FORMAÇÃO COMPLETA: Apropriada aos profissionais que desejem praticar a TED, oferecendo certificação clínica aos profissionais. Compreende os Níveis 1 e 2 (teórico e teórico-prático) além de 18 horas de supervisão (Nível 3). Certificação Clínica pela CARI-Psicologia e Educação (Instituição formadora no Brasil) e pela Université François Rabelais (Instituição formadora na França). Duração Total: 50 horas*.

*O certificado é válido por três anos, considerando a presença anual em seminários de aprofundamento, e pode ser renovado mediante nova jornada de supervisão de 6 horas.

FORMAÇÕES COMPLEMENTARES: Apropriadas aos profissionais certificados à prática clínica e terapeutas TED em formação: visam a formação pessoal, atualizar conceitos relacionados aos estudos mais atuais no campo dos transtornos de neurodesenvolvimento, oferecer apoio institucional e consultoria clínica, além de treinar profissionais à utilização de instrumentos apropriados à avaliação diagnóstica e neurofuncional tais como a Bateria de Avaliação Cognitiva e Sócioemocional (BECS). Aos pais são oferecidos seminários psicoeducativos e grupos de apoio.

SUPERVISÕES ADICIONAIS: Para os profissionais já certificados e que procurem aprimorar sua prática ou obter consultoria em casos de maior complexidade. São consideradas supervisões adicionais aquelas subsequentes ao Nível 3.


Leave a reply